Se você sonha em fazer intercâmbio e estudar inglês, provavelmente, já decidiu onde quer ir morar. Caso contrário, listei abaixo cinco lugares para fazer intercâmbio e estudar inglês.

Além dos Estados Unidos, existem mais lugares para fazer intercâmbio e estudar inglês. Alguns deles são baratos, mas é claro que uma viagem dessa proporção requer uma série de planejamentos, que envolvem hospedagem, escola, dinheiro para se manter e quanto tempo ficar.

Aqui no blog tem post sobre os erros mais comuns de um intercâmbio e como fazer para evitá-los. Também já escrevi sobre os diferentes tipos de intercâmbios e o mico que paguei ao desembarcar em Cambridge.

Com bom planejamento é possível realizar o intercâmbio dos seus sonhos. Afinal, existem destinos fazer intercâmbio e estudar inglês que oferecem preços acessíveis ou a oportunidade de trabalhar enquanto estuda.

  1. Irlanda

A Irlanda faz parte do Reino Unido, que por si só é um ótimo destino para fazer intercâmbio e estudar inglês. O problema do Reino Unido é que ele é muito caro, ainda mais por a moeda local ser a Libra (£), que custa quase cinco vezes mais que o Real (R$).

Por outro lado, a maior vantagem de ir estudar na Irlanda é que por lá brasileiros podem trabalhar meio período durante as aulas e horário integral nas férias. Colocando na ponta do lápis, os cursos na Irlanda também costumam ser mais baratos quando comparado a vizinha Inglaterra.

Dublin
Dublin, Irlanda (Foto: Wikimedia Commons)
  1. Canadá

Da costa leste a oeste o Canadá oferece boas opções de escolas para quem quer aprender inglês. O país ainda oferece outra vantagem: também é possível estudar francês, já que essa é a outra língua oficial.

Comparado ao Estados Unidos, fazer intercâmbio no Canadá é mais barato. Programas de quatro semanas custam, em média, R$6.800 incluindo curso e hospedagem. Clicando aqui você lê o relato de quem mora (e ama!) Vancouver.

Quebec
Quebec, Canadá (Foto: Wikimedia Commons)
  1. África do Sul

O inglês é só um dos 11 idiomas oficiais da África do Sul! Além disso, o país ainda tem preços acessíveis, tanto que eu viajei sozinha para lá gastando pouco. Curso, alimentação e transporte são baratos, o maior custo será a acomodação, que em Cape Town costuma ter valores elevados.

Outra vantagem de ir morar na África do Sul é que programas extraclasse não faltarão. Em Cape Town a vida noturna é animada. Além de ser ponto de partida para quem quer nadar com tubarões, pular do maior Bungee Jumping de ponte do mundo ou ir visitar a praia dos pinguins.

V&A Waterfront
V&A Waterfront, Cape Town
  1. Austrália

Do outro lado do mundo, a Austrália oferece qualidade de vida, clima parecido com o do Brasil, belezas naturais e povo hospitaleiro. Além disso, o país apresenta excelência no ensino, sendo um dos principais destinos para quem quer estudar inglês.

O mais caro da Austrália é como chegar até lá, já que em função da distância com o Brasil, as passagens aéreas costumam ser caras.Sidney, Australia (Foto: Pixabay)

  1. Nova Zelândia

A Nova Zelândia não exige visto para quem for ficar até 90 dias no país. Além disso, os custos costumam ser menores para quem deseja fazer intercâmbio e estudar inglês. Mas, assim como a Austrália, o mais complicado é o preço da passagem aérea.

Nova Zelândia
Wellington, Nova Zelândia (Foto: Pixabay)

Imagem destacada: revista-pro.vivadecora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here