Na virada de ano recebi quatro amigos na minha casa, dentre eles uma peruana. As pessoas que conheci durante o intercâmbio no Peru são meus amigos até hoje, vira e mexe eles vêm para o Rio de Janeiro e nos encontramos. Dessa vez vieram aproveitar a bagunça do réveillon.

Acontece que para os peruanos bagunça tem outro ritmo, é outra coisa. Ficar na rua até às 06h? Não existe. Sair sexta, sábado e domingo? É coisa de louco. Caminhar todo dia por uma hora? Peruano não gosta.

É engraçado essa mistura de culturas. Quando estava por lá percebia o quanto eram machistas, mas tinha data para voltar para casa, então, sabia que aquilo iria terminar. No caso da peruana, é ao contrário. Depois de ver toda essa “liberdade” do Brasil, ela pode voltar para sua sociedade e se sentir uma estranha fora do ninho, quem sabe?

Ver as brasileiras na praia foi um escândalo. Como podem usar biquínis tão pequenos? Experimentar açaí foi um deleite, pode levar na mala? Quanto a rabanada nem se fale, quanto mais, melhor. Beijo entre pessoas do mesmo sexo? ¡Dios mío! No Peru com R$100 se vive por uma semana, por aqui nem por uma noite na balada. Por que tudo é tão caro? E as mulheres no Brasil, verdade que elas podem dirigir qualquer veículo? ¿En serio?

Peruano dá um trabalho. Um trabalho bom de conviver. É perceber que a diferença cultural amplia horizontes, faz perceber aquilo que somos bons e tantos outros pontos que precisamos melhorar. É ter motivo para rir a toda hora. É desvincular-se de certos preconceitos, aceitar uma nova cultura. É comprar um biquíni novo na feirinha porque o que trouxe do Peru estava fora dos padrões brasileiros. É se sentir bem usando um biquíni menor, mesmo que seu corpo não seja de modelo. É experimentar novos pratos típicos e receitas sem frescura, é deixar-se encantar por diferentes sabores.

Ser recebido em um novo país é como voltar a ser criança. É descobrir um novo mundo, cheio de encanto, mesmo que o novo lhe cause certa estranheza a princípio.

Foto: Google Images

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here