Resolvi indicar seis livros para viajar sem sair de casa até porque estamos em época de crise no Brasil, com a economia não muito boa e valorização cambial do dólar. Fatores que impedem a satisfação dos viajantes de plantão. Eis que surge a dúvida sobre: “o que fazer?”

11059359_10206739495354070_4213401731956653626_n
Livros para viajar sem sair do lugar.

Nessas horas, não tem jeito. É melhor poupar as viagens presenciais e abusar nas leituras, viajar através das frases, fotos ou percepções alheias. Afinal, tão bom quanto desbravar novos horizontes é poder conhecê-los através do olhar de outras pessoas, outros autores. Por isso, listei meus cinco livros preferidos sobre viagem!

Dentre eles, três não incluem necessariamente relatos de viagem, mas histórias localizadas em diferentes lugares.

  • O amor nos tempos de cólera – Gabriel García Márquez

Comprei esse exemplar à caminho da Colômbia. O romance de Gabo se

Gabo é só amor.
Gabo é só amor.

passa em Cartagena, e cá entre nós, não há maneira melhor de se ambientar a uma cidade do que ler livros sobre ela. A minha versão é em espanhol, a leitura é deliciosa, porém, é fundamental ter atenção, uma vez que o autor vai e volta no tempo em sua narrativa. O livro foi meu companheiro durante o mochilão, o passatempo ideal para os três dias de escalas que enfrentei na volta pra casa. Fermina e Florentino mostram que a vida pode ser uma eterna surpresa. Os desencontros nem sempre são propositais, ou mesmo, o destino pode atrapalhar os planos de agora para que na frente as respostas apareçam.

  • Historia mínima de las ideas políticas en América Latina – Patricia Funes 

Para entender nosso continente.
Para entender nosso continente.

Esse livro eu nunca achei a venda no Brasil, talvez por isso, tenha sido amor a primeira vista enquanto estava viajando. Funes relata as bases ideológicas da América Latina nas últimas décadas, assim como, os pensadores e líderes políticos. Para estudantes de Economia, Relações Internacionais, História ou mesmo curiosos (como eu) essa obra é leitura obrigatória. Afinal de contas, é uma ótima oportunidade para entendermos melhor o continente no qual vivemos.

  • Um Lugar na janela; relatos de viagem – Martha Medeiros

Esse, definitivamente, é o livro inspirador desse meu texto. Martha conta suas histórias como turista no Brasil ou fora dele, algumas viagens são em grupo, outras sozinha. É daquele tipo de leitura que não te faz ter vontade de parar, que te prende em cada capítulo. No final da obra, é fato que você, assim como eu, vai querer largar tudo para desbravar o mundo e viver histórias tão boas quanto as da autora. Conhecer, descobrir, avançar, aprender: verbos fundamentais desse livro, todos relacionados ao exercício da liberdade e, de certa forma, à ambição de todo viajante. No vídeo abaixo a própria Martha conta um pouquinho do que se trata seus relatos de viagem, vê só:

  • O que o dinheiro não compra; os limites morais do mercado –  Michael J. Sandel 

Famoso professor universitário de Harvard, Michael Sandel ilustra a atuação do mercado americano em esferas,

Sandel e seus questionamentos.
Sandel e seus questionamentos.

teoricamente, privadas da vida humana. Livro polêmico, quebra alguns tabus quanto a compra a venda de mercadorias que não deveriam ser vendidas. É daquele tipo de leitura que te deixa intrigado. O mais interessante, na minha opinião, é que Sandel não traz conclusões para os dilemas, deixando que os próprios leitores estabeleçam as suas. Só incluí esse exemplar na aba de “viajar sem sair de casa” porque a maior parte dos exemplos são oriundos dos Estados Unidos e, é interessante uma perspectiva de um filósofo contemporâneo sobre assuntos pouco discutidos na nossa sociedade.

  • As viagens de Alice – Alice Steinbach

Entenda Alice.
Entenda Alice.

A jornalista Alice resolveu dar um tempo na sua rotina estressante, e embarcou numa jornada de autoconhecimento que inicia na Europa. Viajando o mundo ela descobriu seus limites, o amor, encarou desafios, teve aulas de culinária no Ritz e dançou ritmos calientes em Cuba. Uma história descrita através de uma mulher que buscava suas paixões, ao mesmo tempo em que procurava se encontrar. São 397 páginas de emoção, que divertem o leitor ao mesmo tempo que aumenta a vontade de fazer o mesmo que a personagem.

Todos os livros são diferentes entre si, entretanto, carregam a mesma mensagem: conhecimento. Espero que você também embarque nesse universo de infinitas letras, e assim, possa viajar sem sair do lugar.

Imagem destacada: Pixabay.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDay trip
Próximo artigoCadê o botão?
Fã de MPB, amante da cultura latina, apaixonada pelo mar e jornalista. Creio que em cada esquina há algo pronto para ser descoberto, partilhar experiências com quem queira ler é o que eu faço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here