Viajar de carro é muito bom, dá para ver a paisagem mudando pela janela e conhecer diferentes lugarejos, entretanto, sejamos sinceros: é cansativo, ainda mais se a viagem for longa. Pegar a estrada por sua conta pode ser sinônimo de liberdade ou autonomia, e, para que a decisão proporcione bons momentos, aqui vão algumas dicas.

  • Calcule os custos

A parte mais chata de qualquer viagem é programar os custos. Fazer um bom cálculo do quanto se pode gastar (e com o que gastar) é fundamental. E em uma road trip, além dos custos com alimentação e hospedagens é preciso programar-se para a gasolina, pedágios e, ainda, ter uma reserva para eventuais necessidades. Ou seja, esse custo está mascarado.

Na minha última viagem de carro, eu e meu irmão fomos à Brasília. Para saber o valor aproximado do quanto gastaríamos com gasolina eu precisei fazer uma pequena pesquisa e algumas regras de três.

Foi assim:

– Quantos quilômetros o carro faz com 1 litro de gasolina.

– Quantos litros são necessários para encher o tanque.

Regra de três para saber quantos quilômetros o carro consegue percorrer com um tanque cheio de gasolina.

Depois é preciso calcular quantos tanques serão gastos em média na distância programada da viagem. Outra regra de três.

Por fim é só multiplicar a quantidade de litros que serão gastos pelo preço médio da gasolina.

Desse modo, você saberá quanto irá gastar com o combustível. Lembre-se de que todos esses valores são aproximados, qualquer desvio na rota pode alterá-lo para mais ou para menos. Eu preferi resolver todo esse dilema por regra de três porque, afinal, eu sou de humanas e não sei fazer cálculos tão complexos…

Quanto aos pedágios, o site mapeia.com.br pode ser útil. Nele há uma ferramenta que calcula o custo dos pedágios que estarão pelo caminho, além de dar um valor aproximado para gastos com combustível. Se você não quiser ter o trabalho de fazer todas as regras de três que eu fiz, pode se basear nesse site. Meus custos, porém, ficaram mais próximos do resultado das minhas contas malucas do que do valor que o site mostrou.

  • Revise o veículo com antecedência

Encher todos pneus, inclusive o estepe, conferir os freios e os faróis, checar a quantidade de óleo e água…. Faça tudo isso com, no mínimo, uma semana de antecedência para evitar problemas. Se possível, leve o carro a um mecânico para um check-up.

  • Pesquise sobre sua rota

Dê uma olhada no caminho que pretende percorrer antes de viajar. Vale visitar o Google Maps e o Street View para poder se localizar melhor. Assim, você não ficará 100% dependente do GPS. A verdade é que ele pode falhar, te colocar por caminhos perigosos ou sem asfalto. Eu mesma já entrei em roubadas pelo uso do GPS, as quais só viraram histórias engraçadas de viagem depois que passei pelo sufoco.  O bom e velho mapa pode ser seu aliado, não hesite em resgatá-lo da gaveta.

  • Verifique o nível de gasolina constantemente

Não espere ficar com o combustível na reserva para lembrar-se que precisa abastecer. Menos de 2/3 da capacidade total do tanque já significa que é hora de colocar mais gasolina. Parece uma dica boba, mas não é! Você nunca sabe a que distância ficará o próximo posto.

  • Protetor solar

Sim, ele mesmo! A marca da camiseta no braço não é um bronzeado muito sexy ultimamente. Portanto, não o esqueça de jeito nenhum.

  • Sistema de entretenimento a bordo

Leve alguns CDs para as horas de estrada. Um bom livro também pode ajudar. Joguinhos no celular são ótimos a passar o tempo, e até um notebook para ler ou escrever será uma boa alternativa. Prepare seu próprio sistema de entretenimento, mas nada que atrapalhe a concentração do motorista, pode ser?

  • Uma boa companhia

Aposto que você não irá querer compartilhar horas de estrada com alguém que não tem tanta afinidade. Não há para onde correr dentro do carro, as pessoas que estão ali serão sua companhia por longas horas. Por isso, é bom ter uma boa relação com quem for te acompanhar. Essa regrinha vale, na verdade, para qualquer viagem, porém, se intensifica nas de carro.

  • Não saia na hora do rush

Para que começar uma road trip estressado com o trânsito da sua cidade? Saia de manhã bem cedo ou a tarde, entre 13h e 16h. Sair no horário errado e, consequentemente, ficar no engarrafamento irá alongar bastante o tempo de permanência dentro do carro.

  • Dirigir a noite, eis a questão

Eu, particularmente, não gosto de dirigir a noite, ainda mais se for uma estrada que não conheço. Entretanto, você é outra pessoa e pode pensar diferente. Tenha cautela e muita atenção, pois nesse horário a visibilidade estará reduzida e os riscos aumentam.

  • Comida e bebida

Tenha sempre uma garrafa d’água dentro do carro. Alguns biscoitos e frutas também. Afinal, nunca se sabe quanto tempo pode demorar até a próxima parada.

  • Seja flexível

Só viajando que você saberá de certos locais. Pode ser uma cachoeira, um mirante, algum bom restaurante ou até mesmo uma antiga estação de trem. Não tenha medo de desviar um pouco do caminho para aproveitar as surpresas não planejadas.

  • Aproveite a paisagem

A dica mais clichê de todas é: aproveite. Curta a paisagem, a companhia, a música e cada segundo da sua viagem.

Foto: Google Images – road trip

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here