Joanesburgo é a principal porta de entrada para quem deseja conhecer a África do Sul. Só que, além do Aeroporto Internacional Oliver Tambo, a cidade possui diversos atrativos turísticos que muita gente ignora. Pensando nisso, listei abaixo cinco lugares para conhecer em Joanesburgo. Eu fui em todos eles e recomendo que você, quando estiver na África do Sul, faça o mesmo. Até porque é em Joanesburgo que você consegue entender um pouco mais da história do país.

  1. Casa de Nelson Mandela em Soweto

Soweto por si só vale a visita de um dia inteiro. Antigamente o lugar era moradia apenas de negros segregados pelo apartheid. Com o fim do regime, em 1992, Soweto tornou–se um dos destinos turísticos mais visitados da África do Sul.

Fiquei com a sensação de que tudo por lá está baseado no turismo de pobreza, mas muito mais turístico do que pobre – pelo menos a área que eu fui. Afinal, a promoção de excursões a localidades associadas à pobreza e à segregação em diferentes níveis tornou–se um negócio lucrativo, que provoca debates e divide opiniões.

Não fosse por todo o passado histórico, Soweto também abriga a casa onde Nelson Mandela morou por dezesseis anos. Para entrar, paga-se R60 (equivalente a R$13,82). O tour guiado demora menos de 10 minutos, visto que a casa é bem pequena. Por lá estão alguns móveis e utensílios originais, além de diversos prêmios concedidos a Mandela e sua família.

  1. Museu do Apartheid

O Museu do Apartheid foi o primeiro lugar que eu visitei que me deixou sem palavras para descrevê-lo. Ler, entender e ver imagens e vídeos do que foi o apartheid na África do Sul me deixou impactada.

É muito forte ler as descrições do que acontecia naquela época. Eu chorei em diversas salas da exposição, me culpei e pensei muitas vezes “que sociedade doente”, até perceber que muita coisa ainda não mudou. É, literalmente, um soco no estômago.

Para entrar, adultos devem pagar R85 (R$19,58). Idosos, estudantes com comprovante e crianças pagam R70 (R$16,12). Tours guiados custam R5 (R$1,15) a mais por pessoa, porém só estão disponíveis para grupos a cima de 15 pessoas. Não há tours guiados as segundas-feiras.

  1. Constitution Hill

Constitution Hill é uma antiga prisão que abrigava presos políticos que se rebelaram contra o governo separatista. Por lá passaram personalidades famosas, como Mahatma Gandhi e Nelson Mandela.

A entrada custa R65 (R$15) e você pode fazer o tour guiado que sai de hora em hora ou conhecer o lugar sozinho. Todas as salas e antigas celas possuem placas que descrevem a história ou a finalidade do lugar, tudo escrito em inglês.

  1. Top of Africa

Top of Africa é um mirante que fica no 50º andar do edifício Carlton Center. De lá você pode ter uma visão panorâmica de Joanesburgo e avistar os principais bairros da cidade, além de ver os estádios construídos para a Copa do Mundo de 2010.

A entrada custa R15 (R$3,46), e pode ser feita de segunda a sexta, das 9h às 18h. Aos sábados, o horário é das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h.

  1. Nelson Mandela Square

Nelson Mandela Square é uma praça no meio do principal shopping de Sandton, bairro de classe média alta. Os hotéis do local costumam oferecer transfers gratuitos para os hóspedes entre a praça e o hotel, e vice-versa.

Por ali você pode aproveitar para fazer compras, ir à praça de alimentação ou curtir a noite em um dos animados barzinhos. É interessante saber que no shopping você encontra lojas famosas como Forever 21, MAC, H&M, Apple e etc.

Legenda e dicas:

R = Rand, moeda local na África do Sul. A cotação, em outubro de 2017, está em R1 para R$0,23.

Quanto tempo ficar em Joanesburgo: A cidade, com todo seu contraste social, merece que você fique, pelo menos, três diárias para conhecer as principais atrações.

Como chegar a Soweto: Por ficar longe de Joanesburgo, aproximadamente 30 minutos de carro, é indicado que você vá a Soweto em carro alugado, transfer ou excursões tipo hop-on hop-off Bus. Visto que, nessa região, o transporte público é bastante precário, a única opção para chegar a Soweto é em vans. Não há metrôs ou trens ligando o centro de Joanesburgo a Soweto, uma herança do apartheid que permanece até hoje.

6 COMENTÁRIOS

  1. Como pode ser tão baratinho conhecer tantos lugares tão ricos de cultura assim? E muitos de nós ainda temos preconceitos quanto conhecer a África do Sul. Quem passar por aqui vai ficar com gostinho de quero mais!
    Obs. Tô esperando os stories!
    Bjs, te amo, sucesso <3

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here