Quando viajo gosto sempre de explorar a cidade como um morador local. Gostaria de saber como é a melhor maneira de conhecer Berlim. Então, tentava sempre usar o transporte público. Também gosto de fazer longas caminhadas e costumo fugir dos pontos extremamente turísticos.

O que eu nunca tinha feito até então era um tour guiado e, cá entre nós, essa foi a melhor alternativa para conhecer Berlim.

Berliner Fernsehturm
Igreja St. Marienkirche e a Torre de TV de Berlim atrás

Berlim: uma cidade repleta de história

A capital da Alemanha é repleta de história. Há por todo o lado resquícios das Guerras Mundiais e Guerra Fria que devastaram a região. Além de todo o contexto histórico, Berlim é hoje uma cidade moderna, juvenil e artística.

Segundo o “Top 100 City Destinations Ranking”, elaborado pelo Euromonitor International, em 2015 Berlim foi a 11º cidade mais visitada da Europa, com um total de 49.254.000 turistas. Sabe o que isso significa? Gente pra caramba querendo descobrir Berlim. Pessoas que provavelmente se encantaram com a cidade – até porque é impossível não ficar estupefato com a atmosfera local.

Berliner Dom, catedral de berlim
Catedral de Berlim vista dos fundos

A melhor maneira de conhecer Berlim

E, se para conhecer bem uma nova cidade às vezes é preciso fugir do óbvio, outras é necessário ter alguém que te ajude a entendê-la. Eu queria compreender Berlim. Saber como está a cidade que foi dividida, literal e ideologicamente, por um muro em 1961.

Nada melhor para isso do que ter um guia que te explique tintim por tintim do lugar, não é mesmo? Foi pensando assim que entrei em contato com a Nicole, do Agenda Berlim. Se você pretende conhecer a cidade já deve ter esbarrado com algum artigo deles pela blogosfera.

nicole agenda berlim
A dúvida que não quer calar: para onde eu estava olhando?

Por viajar sozinha acabei realizando um tour exclusivo, o que não deixou de ser ótimo! Pude questionar, observar e apreciar cada local com calma. O passeio completo pelo centro aborda os acontecimentos da cidade desde o século XX até a atualidade. É uma aula de história a céu aberto.  

Com a duração de, aproximadamente, seis horas, percorremos a pé todos os pontos turísticos e históricos importantes. Tais como a Potsdamer Platz, Alexanderplatz, Ilha dos museus, Catedral de Berlim, Gendarmenmarkt e outros lugares tão fascinantes quanto.

O roteiro do passeio

No passeio fomos em todos os pontos marcados no roteiro, onde a Nicole pode me apresentar as curiosidades e peculiaridades de cada um deles. Naquela tarde caminhamos embaixo de chuva, provei a melhor torta de papoula de toda a Berlim (quiçá da vida), vi o marco zero da cidade e me surpreendi pela antiga metade comunista.

Na verdade, a parte mais turística de Berlim, a zona A e B do metrô, pertencia ao comunismo antigamente, o que é interessante dado o histórico de destruição de monumentos realizado por eles.

torta de sementes de papoula
Torta Alexandertorte feita com recheio de sementes de papoula. É simplesmente maravilhosa!

Quem vai para Berlim, principalmente pela primeira vez, deve realizar um tour guiado pela cidade porque é a melhor maneira de conhecê-la. Em grupo vale ainda mais a pena fechar com guias locais, como a Nicole, que entendem e podem explicar a história bem detalhadamente. Se o orçamento for restrito procure pelos free walking tour, na Europa essa prática é bastante comum e gratuita. O que não dá para fazer é perder a oportunidade de conhecer de fato uma das cidades mais incríveis do continente.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNão existe viagem redonda
Próximo artigoDo aeroporto Tegel ao centro de Berlim
Fã de MPB, amante da cultura latina, apaixonada pelo mar e jornalista. Creio que em cada esquina há algo pronto para ser descoberto, partilhar experiências com quem queira ler é o que eu faço.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here